PSDB afirma que “não existe nos diálogos nenhuma acusação aos senadores citados”

bsbcapitalPor ,23/05/2016 às 17:45, Atualizado em 09/07/2016 às 3:51

Por meio de nota oficial do Partido Social Democracia Brasileiro (PSDB), o presidente da sigla, Aécio Neves, afirmou “não haver nenhuma acusação ao PSDB e aos senadores citados” no áudio divulgado nesta manhã pelo jornal Folha de S. Paulo. A gravação foi feita pelo o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em uma conversa com o …

PSDB afirma que “não existe nos diálogos nenhuma acusação aos senadores citados” Leia mais »

Por meio de nota oficial do Partido Social Democracia Brasileiro (PSDB), o presidente da sigla, Aécio Neves, afirmou “não haver nenhuma acusação ao PSDB e aos senadores citados” no áudio divulgado nesta manhã pelo jornal Folha de S. Paulo. A gravação foi feita pelo o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado em uma conversa com o então ministro do Planejamento, Romero Jucá.

Jucá afirmou na conversa que está “todo mundo na bandeja para ser comido”. Em resposta, Machado a afirmou que “o primeiro a ser comido vai ser o Aécio”. Entretanto, a parte citada não foi alvo da resposta do PSDB. Apenas a parte em que fala da eleição de Aécio Neves para a presidência da Câmara dos Deputados em 2011.

Leia a íntegra:

“Não existe nos diálogos nenhuma acusação ao PSDB e aos senadores citados. No que diz respeito à menção à eleição do senador Aécio Neves para presidente da Câmara dos Deputados, em 2001, ela se refere ao entendimento político pelo qual o PSDB apoiou o candidato do PMDB para presidente do Senado e o PMDB apoiou o candidato do PSDB para presidente da Câmara. Entendimento legítimo, feito de forma correta e amplamente acompanhado pela imprensa na época”.

 


Romero Jucá se afasta do cargo de ministro do Planejamento


Polícia Federal deflagra a 29ª etapa da Lava Jato no DF e em dois estados


Ex-presidente da Novacap, defende menos exigências em licitações para aumentar o número de empresas em disputa


 

Deixe um comentário

Rolar para cima