Proposta de aumento no imposto das bebidas está na pauta da Câmara

bsbcapitalPor ,08/12/2015 às 12:46, Atualizado em 08/12/2015 às 12:46

  O Plenário da Câmara dos Deputados já está autorizado a votar a medida provisória que aumenta o tributo sobre bebidas (MP 690/16).  A matéria tranca a pauta de votações junto com a MP da reforma administrativa (696/15) e dois projetos de lei com urgência constitucional (regulamentação do teto no serviço público e projeto de combate …

Proposta de aumento no imposto das bebidas está na pauta da Câmara Leia mais »

água-no-chopp

 

O Plenário da Câmara dos Deputados já está autorizado a votar a medida provisória que aumenta o tributo sobre bebidas (MP 690/16).  A matéria tranca a pauta de votações junto com a MP da reforma administrativa (696/15) e dois projetos de lei com urgência constitucional (regulamentação do teto no serviço público e projeto de combate ao terrorismo).

A MP 690/15 foi aprovada na quarta-feira (2) pela comissão mista criada para analisar a matéria. O texto aprovado é o parecer do senador Humberto Costa (PT-PE), que prevê aumento do imposto sobre vinhos, mas com redução do percentual a cada ano (de 6% em 2016 para 5% em 2017), e fixa o teto de 17% para a tributação sobre a cachaça.

Quanto aos produtos de informática, o relator propõe a retomada da isenção do PIS/Pasep e daCofins de forma parcial em 2017 e em 2018 (50%). A partir de 2019, a isenção volta a ser concedida de forma integral.

O benefício ao setor está previsto na Lei do Bem (Lei 11.196/05) e fez parte do Programa de Inclusão Digital, criado para ampliar a produção nacional de equipamentos de informática. O objetivo do governo era extingui-lo já em 1º de dezembro deste ano.

Com informações da Agência Câmara

Leia mais:


 

A partir de maio de 2016, DF passará a ter nono dígito no celular


Na linha de sucessão de Dilma, Tiririca pode se tornar presidente do Brasil?


Temer a Dilma: ‘Não, a senhora não confia em mim e nem no PMDB’


 

 

Deixe um comentário

Rolar para cima