Professores aceitam reajuste e encerram greve após mais de 40 dias

bsbcapitalPor ,09/06/2015 às 15:05, Atualizado em 09/06/2015 às 15:05

Depois de várias tentativas de negociação com o governo, os professores e funcionários da rede estadual de ensino decidiram aceitar a última proposta apresentada e encerraram a greve da categoria – que completou 46 dias nesta terça-feira (9). O reajuste inicial será de 3,45% e será pago em outubro. O acordo ainda prevê um plano …

Professores aceitam reajuste e encerram greve após mais de 40 dias Leia mais »

Foto APP Sindicato

Depois de várias tentativas de negociação com o governo, os professores e funcionários da rede estadual de ensino decidiram aceitar a última proposta apresentada e encerraram a greve da categoria – que completou 46 dias nesta terça-feira (9). O reajuste inicial será de 3,45% e será pago em outubro. O acordo ainda prevê um plano de reajuste até 2018.

Cerca de 10 mil servidores se reuniram em uma assembleia nesta manhã, na Vila Capanema, conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato). “Nós vamos voltar ao trabalho de cabeça erguida, andar em cada rua desse estado podendo olhar para cada cidadão com toda a dignidade”, disse o o presidente do sindicato, Hermes Leão.

Ainda de acordo com Hermes, com o fim da greve, os quase um milhão de alunos, que estão sem aula desde o dia 25 de abril, retornam às salas de aula nesta quarta-feira (10).

“Nossa maior preocupação agora é com relação à reposição. Não sabemos ainda se conseguiremos cumprir até 23 de dezembro. Vamos avaliar a melhor forma de resolver isso junto, até mesmo, com os próprios estudantes”.

A secretária de Educação Ana Seres Comin informou que serão elaborados os calendários de reposição de aulas a serem homologados pelos Núcleos Regionais de Educação (NREs). Segundo ela, serão cumpridos os 200 dias letivos e as 800 horas, conforme previsto na Lei de Diretrizes e Bases – LDB.

Deixe um comentário

Rolar para cima