Previsto para março, júri de Sombra fica sem data

bsbcapitalPor ,25/02/2013 às 15:15, Atualizado em 25/02/2013 às 15:15

Ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel foi assassinado em 2002 (Patrícia Santos/Folhapress) A Justiça em Itapecerica da Serra, em São Paulo, não pode marcar data para o julgamento do empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, apontado pelo Ministério Público como mandante do assassinato do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT). Dois habeas corpus pendentes no Superior …

Previsto para março, júri de Sombra fica sem data Leia mais »

O ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT), assassinado em 2002

Ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel foi assassinado em 2002 (Patrícia Santos/Folhapress)
A Justiça em Itapecerica da Serra, em São Paulo, não pode marcar data para o julgamento do empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, apontado pelo Ministério Público como mandante do assassinato do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT). Dois habeas corpus pendentes no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF) amarram o júri, que estava previsto, inicialmente, para março, onze anos depois do crime que ainda assombra o PT.
Para o Ministério Público, o prefeito foi executado porque havia decidido dar um fim a um amplo esquema de corrupção em sua gestão, do qual Sombra e outros empresários seriam beneficiários.
Seis executores já foram condenados a penas de 18 anos a 24 anos de prisão.
Fonte: Veja Online
Sites e Blogs

Deixe um comentário

Rolar para cima