Por que derrete o governo Rollemberg?

bsbcapitalPor ,05/09/2015 às 18:40, Atualizado em 05/09/2015 às 18:40

O Kujuba Passaram-se oito meses de exercício do mandato do governador Rodrigo Rollemberg no Distrito Federal. A coluna ouviu, durante vinte dias, alguns formadores de opinião com larga experiência e convivência na capital da República. Entre eles, empresários e jornalistas dos mais diversos veículos de comunicação nacionais e locais. Todos fazem a mesma pergunta: “Por …

Por que derrete o governo Rollemberg? Leia mais »

Foto Pedro VenturaAgência Brasília

O Kujuba

Passaram-se oito meses de exercício do mandato do governador Rodrigo Rollemberg no Distrito Federal.

A coluna ouviu, durante vinte dias, alguns formadores de opinião com larga experiência e convivência na capital da República.

Entre eles, empresários e jornalistas dos mais diversos veículos de comunicação nacionais e locais. Todos fazem a mesma pergunta: “Por que o governo Rollemberg derrete?”.

As opiniões são quase todas iguais, com raras exceções.

Mas o que mais impressionou O Kujuba é que quase noventa por cento dos entrevistados falam a mesma coisa: erro na formação inicial da equipe de governo.

Dizem os formadores de opinião, que Rollemberg não ouviu ninguém, a não ser o seu círculo familiar, para compor a equipe de governo.

Mais: não entendem porque o deputado Rogério Rosso (PSD), que não fazia parte do bloco de apoio à sua eleição, tem tanto poder dentro do Governo?

Rollemberg tem um cacife político muito grande. Ganhou a eleição praticamente sozinho, em função do desgoverno de Agnelo Queiroz (PT) e pelo impedimento do ex-governador José Roberto Arruda (PR).

O que mais intriga os entrevistados é saída do secretário da Fazenda, que foi contratado imediatamente como Consultor do Banco de Brasília (BRB).

Nada contra a pessoa do ex-secretário, tido como um homem probo.

Governador, a coluna está ao seu inteiro dispor para a contradita.

 

 


Os mistérios de Janot


No rastro da Aster


Rollemberg e seu calvário 


Deixe um comentário

Rolar para cima