Por que 25% dos entrevistados das pesquisas continuam aprovando Bolsonaro?

BSB Capital 04/02/2022 às 10:16, Atualizado em 04/02/2022 às 10:18

Ao tentarmos entender como o presidente mantém os números de aprovação, concluímos que qualquer um que fizesse o que ele fez alcançaria este número

J. B. Pontes (*)

Tentemos compreender porque, afinal, Bolsonaro continua a ter aprovação de 25% dos entrevistados na maioria das pesquisas. Concluiremos que qualquer um que fizesse o que ele fez alcançaria essa aprovação:

  • Retirar direitos dos trabalhadores e das camadas mais carentes da população para aumentar o lucro dos empresários;
  • Isentar de multa os empresários que agridem o meio ambiente e cometem outras irregularidades, reduzindo ou impedindo a ação fiscalizadora dos órgãos públicos competentes, em todos os setores.
  • Governar para os empresários, sempre em detrimento dos pobres e dos empregados, em especial para o grande capital internacional.
  • Entregar, a “preço de banana”, ao controle do capital internacional, os últimos patrimônios valiosos do País, a exemplo do pré-sal, de setores da Petrobrás (gasodutos, Petrobrás distribuidora etc).
  • Conceder aumentos salariais e outros benefícios aos militares, a juízes e membros do Poder Legislativo, os quais foram poupados das reformas impopulares e desumanas que ele aprovou comprando votos de parlamentares.
  • Liberar recursos das emendas de relator (RP9) e conceder outras benesses – indicação de apadrinhados para cargos públicos, por exemplo – aos parlamentares em troca de apoio para aprovação de leis que retiram direitos das camadas menos favorecidas da sociedade.
  • Gastar recursos públicos com objetivo específico de construir uma imagem pessoal fictícia, beneficiando setores da mídia – para silenciarem sobre as barbaridades que comete – e os blogs integrantes do “escritório do ódio” para a divulgação de fake news, atacando todos que não concordam com ele.
  • Distribuir recursos públicos e outras benesses às igrejas neopentecostais para obter o apoio de todos os pseudos líderes religiosos, que se dizem representantes de Deus na Terra.
  • Prometer às polícias e militares a normatização que lhes favoreçam, a exemplo da “excludente de ilicitude” – licença para que possam atuar livremente, sem serem responsabilizados pelos ilícitos e assassinatos que cometerem – e outros benefícios patrimoniais (programa de moradia exclusivamente para eles). 

Infelizmente, ao conceder todas essas vantagens, conseguiu que parte das nossas instituições seja mais fiel a ele do que à Nação Brasileira.

E tem ainda uma multidão de pobres idiotas que continuam apoiando e dando a vida por ele, desconhecendo que um dos seus principais compromissos é livrar os próprios familiares e amigos de serem julgados e condenados pelos crimes que cometeram.

Última pesquisa do PoderData sobre a aprovação de Bolsonaro. Foto: Poder360

(*) Geólogo, advogado e escritor

Leia mais no Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima