Polícia investiga grupo por ofensas a alunos da UnB

bsbcapitalPor ,21/06/2016 às 7:52, Atualizado em 09/07/2016 às 3:38

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga um caso de ofensas, algumas delas homofóbicas, contra alunos da Universidade de Brasília feitas por um grupo que se dizia contrário à política de cotas. O caso ocorreu na noite desta sexta-feira (17), no campus da UnB no Plano Piloto. Envoltos em bandeiras do Brasil, o grupo se …

Polícia investiga grupo por ofensas a alunos da UnB Leia mais »

4
Foto: divulgação

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga um caso de ofensas, algumas delas homofóbicas, contra alunos da Universidade de Brasília feitas por um grupo que se dizia contrário à política de cotas. O caso ocorreu na noite desta sexta-feira (17), no campus da UnB no Plano Piloto.

Envoltos em bandeiras do Brasil, o grupo se disse contra a política de cotas e entoava cantos de apoio ao juiz federal Sérgio Moro – responsável por investigações da Lava Jato em primeira instância. Procurada, a UnB não se manifestou até a publicação desta reportagem. Não se sabe se os manifestantes eram alunos da UnB.

Dois alunos procuraram a 2ª DP (Asa Norte) para denunciar o caso. Eles relataram terem sido abordados enquanto saíam em direção ao estacionamento e disseram ter sido alvo de xingamentos e discursos ofensivos. Também afirmaram que foram ameaçados de agressão e que foram perseguidos por um motociclista quando tentaram fugir.

O protesto teve repercussão na internet. “A UnB foi minha casa durante cinco anos e eternamente marcará minha história. Queria contar hoje uma história de felicidade, de pessoas que superam os desafios matando um leão por dia e vencem, mas não dá”, disse uma estudante. “Nunca vi tanta ignorância política na minha vida”, contou outro.

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UnB repudiou o ato. “Não podemos aceitar atitudes como essa em nossa universidade, que são uma agressão a toda a comunidade da UnB”, afirmou. “Acreditamos que a universidade é um espaço simbólico de debate e reflexão e, em razão disso, é importante que seja palco de manifestações políticas. No entanto, o respeito à pluralidade de ideias deve estar em seu fundamento.”

 


Vídeo: alunos da UnB fazem ato contra fascismo


Governadores cobram hoje renegociação da dívida de estados com a União


Deixe um comentário

Rolar para cima