Polícia Civil convoca categoria para atuar “Na Praia”, uma festa particular

mmPor ,21/07/2017 às 14:31, Atualizado em 18/09/2017 às 21:04

Policiais designados à função terão que “acompanhar diretamente o evento”. Segundo o Sinpol, medida pode esvaziar delegacias do DF

O documento foi assinado pelo diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília.

A Polícia Civil do Distrito Federal, por meio do diretor-geral, Eric Seba, convocou a categoria para uma “ordem de missão” no “Na Praia” – evento cultural com fins lucrativos no Lago Norte. A “missão especial” designada aos policiais, que acompanharão diretamente o evento, acontecerá entre os dias 30 de julho e 27 de agosto, data de encerramento do evento.

O Sinpol forneceu imagem do documento. Foto: Reprodução

A decisão vai mobilizar as áreas de gestão da informação, atividades especiais, comunicação e polícias circunscricional, especializada e técnica. Em situações de flagrantes, o suspeito será conduzido até a 5ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte.

A ordem de missão especifica a estimativa de público para cada dia do evento. Entre as terças e quintas-feiras, cerca de 1 mil pessoas vão ao local; sextas-feiras cerca de 2,5 mil; aos sábados, 7,5 mil; e domingos seis mil pessoas.

Sindicato

A denúncia foi divulgada pelo Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) ao portal G1. O sindicato afirma que o policiamento ostensivo é tarefa da Polícia Militar e não cabe à Polícia Civil, que é responsável por investigação criminal. A convocação de policiais para atividade pode desfalcar as delegacias do DF, segundo o Sinpol.d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Deixe um comentário

Rolar para cima