Polêmica do 14º e 15º salários

bsbcapitalPor ,02/03/2013 às 7:56, Atualizado em 02/03/2013 às 7:56

Questionados sobre o que será feito com os recursos economizados com a limitação do pagamento dos 14ª e 15ª salários dos parlamentares, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deram respostas evasivas. “Não sei. Boa pergunta”, disse Henrique Alves. “Espero que essas economias todas possam ser direcionadas para …

Polêmica do 14º e 15º salários Leia mais »

Questionados sobre o que será feito com os recursos economizados com a limitação do pagamento dos 14ª e 15ª salários dos parlamentares, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deram respostas evasivas.

“Não sei. Boa pergunta”, disse Henrique Alves. “Espero que essas economias todas possam ser direcionadas para o fortalecimento da atividade do Senado”, disse Renan.

A limitação dos benefícios foi aprovada na última quarta-feira (27) e teve a sua promulgação realizada no dia de hoje. Estima-se que as novas regras possam gerar uma economia anual para o Congresso de cerca de R$ 30 milhões.

Esses recursos, no entanto, não serão necessariamente destinados ao cofre da União e deverão ser utilizados pela Câmara e pelo Senado da forma que entenderem.
O recurso para o funcionamento das duas Casas está previsto no Orçamento de 2013, com previsão de ser votado apenas na próxima terça-feira (5).

Fonte: Folha Online

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário

Rolar para cima