Plano de saúde é condenado

bsbcapitalPor ,20/03/2013 às 8:15, Atualizado em 20/03/2013 às 8:15

Um usuário do plano de saúde Sulamérica, que precisou fazer uma angioplastia (cirurgia realizada no coração para desobstruir uma artéria) em junho de 2012, vai receber indenização por danos morais de R$5 mil e a empresa terá que arcar com os custos do procedimento de emergência no valor de R$ 2,4 mil.  O paciente conveniado …

Plano de saúde é condenado Leia mais »

Um usuário do plano de saúde Sulamérica, que precisou fazer uma angioplastia (cirurgia realizada no coração para desobstruir uma artéria) em junho de 2012, vai receber indenização por danos morais de R$5 mil e a empresa terá que arcar com os custos do procedimento de emergência no valor de R$ 2,4 mil. 


O paciente conveniado da Sulamérica passou mal no ano passado – foi diagnosticado com om 95% de comprometimento de uma artéria do coração – , precisou fazer uma cirurgia de emergência e o plano de saúde se negou a custear o procedimento. No mesmo dia, em razão do quadro médico, o paciente precisou realizar um exame de cateterismo cardíaco e, novamente, não recebeu autorização da Sulamérica.


A Sulamérica informou que não vai comentar decisões judiciais, “especialmente aquelas que não são definitivas e sobre as quais ainda cabe recurso”.


Fonte: Correio Braziliense

Extratos dos Jornais

Deixe um comentário

Rolar para cima