Pelaí: Briga no PT agora é pelo Senado

BSB Capital 19/05/2022 às 16:55, Atualizado em 23/05/2022 às 17:16

Rosilene Corrêa e Geraldo Magela disputam a vaga na chapa da federação que tem PT, PV e PCdoB

Da Redação

A disputa interna no PT entre os grupos do ex-deputado Geraldo Magela e da sindicalista Rosilene Corrêa agora é pela vaga ao Senado. Após o Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) da campanha presidencial de Lula apontar que a cabeça de chapa no Distrito Federal caberá ao PV, com a candidatura do distrital Leandro Grass ao Palácio do Buriti, os dois petistas passaram a disputar a preferência para concorrer à Câmara Alta.

Tão logo o GTE sinalizou que, de fato, o PV-DF teria prioridade pelo GDF, Magela aquieceu, e declarou-se pré-candidato ao Senado. Rosilene ainda resistiu, mas acabou convencida pelos aliados a apresentar seu nome à vaga. Segundo ela, o espaço deve ser ocupado por uma mulher do campo progressista. No início da semana, os três parlamentares petistas locais (os distritais Arlete Sampaio e Chico Vigilante e a deputada federal Erika Kokay) divulgaram a nota abaixo em apoio a Rosilene:

Nota de apoio à pré-candidatura de Rosilene Corrêa

Vivemos um momento decisivo no país e no DF. A democracia está ameaçada e os direitos sociais em risco. As eleições serão, portanto, uma batalha decisiva.

Compreendemos o esforço da Direção Nacional do partido em construir uma unidade política capaz de derrotar o fascismo e o neoliberalismo nas urnas aqui no DF e no Brasil. E com o intuito de ajudar a construir essa unidade é que apresentamos o nome da companheira Rosilene Corrêa desde 2021.

É certo que ainda consideramos sua pré-candidatura a mais competitiva para disputar e derrotar Ibaneis. Mas, ao mesmo tempo, entendemos a necessidade de realizar composições para alcançar nosso objetivo principal: eleger Lula Presidente!

Diante das definições de composição da chapa majoritária, que ainda estão em curso, defendemos que o melhor no DF para garantir força nas eleições e votos para Lula é construir uma chapa representativa e, por isso, não abrimos mão da representatividade das mulheres na chapa majoritária.

Nesse sentido, indicamos a companheira ROSILENE CORRÊA para a pré-candidatura ao SENADO. Lembramos que a Executiva Regional, por unanimidade, decidiu inscrever o companheiro Magela, a companheira Erika e a companheira Rosilene para todos os cargos.

Assim, defendemos a sua pré-candidatura para o SENADO por entendermos que o seu nome aglutina o PT, agrega melhor o campo progressista no DF e, principalmente, expressa o empoderamento político das mulheres, que será um fator determinante nessas eleições.

Assinam:

Deputada Distrital Arlete Sampaio

Deputado Distrital Chico Vigilante

Deputada Federal Erika Kokay

Leia mais em Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima