Parte do Supermercado Tatico começa a ser demolida

BSB Capital 23/09/2015 às 12:25, Atualizado em 23/09/2015 às 12:25

Área pública de 3,5 mil m² invadida pelo estabelecimento em Ceilândia será desocupada   Teve início na manhã desta quarta-feira (23) o trabalho de desocupação e derrubada de parte do Supermercado Tatico, em Ceilândia. Por volta das 9h40, uma das paredes começou a ser demolida. A operação contou com equipes da Subsecretaria da Ordem Pública …

Parte do Supermercado Tatico começa a ser demolida Leia mais »

21463927810_9d84cb0901_zÁrea pública de 3,5 mil m² invadida pelo estabelecimento em Ceilândia será desocupada
 

Teve início na manhã desta quarta-feira (23) o trabalho de desocupação e derrubada de parte do Supermercado Tatico, em Ceilândia. Por volta das 9h40, uma das paredes começou a ser demolida. A operação contou com equipes da Subsecretaria da Ordem Pública e Social, vinculada à Agência de Fiscalização (Agefis), do Departamento de Trânsito, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Uma área aproximada de 3,5 mil metros quadrados será desocupada. O espaço foi invadido há 28 anos pelos proprietários do estabelecimento, que devem ao Estado R$ 242 mil em multas aplicadas desde 2004 pela Agefis. Nada foi pago, de acordo com o órgão fiscalizador. A previsão do governo é construir no local uma praça para a comunidade.

A primeira decisão judicial para a desativação do Supermercado Tatico em Ceilândia data de 1998, mas os empresários entraram com recursos depois disso e conseguiram uma liminar que autorizava a permanência. Essa liminar foi cassada em julho deste ano pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).

A loja de Ceilândia, aberta em 1987, ocupa cerca de 4,5 mil metros quadrados e é a primeira de uma rede de supermercados com oito unidades no Distrito Federal e em Goiás.


Leia mais:


 

Big Jato é o grande vencedor do 48º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Consulta pública discutirá mudanças no Relatório de Impacto de Trânsito


Após 22 dias, Polícia Civil do DF encerra greve


 

 

Deixe um comentário

Rolar para cima