Oposição protocola novo pedido de impeachment contra Dilma

bsbcapitalPor ,21/10/2015 às 14:25, Atualizado em 21/10/2015 às 14:25

Líderes da oposição entregaram ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na manhã desta quarta-feira, novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Cunha os recebeu em seu gabinete e disse que irá apreciar o pedido com celeridade, mas respeitando os preceitos da Constituição e com total isenção. Lideranças de movimentos pelo afastamento da …

Oposição protocola novo pedido de impeachment contra Dilma Leia mais »

2015-859830936-2015102132745.jpg_20151021

Líderes da oposição entregaram ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na manhã desta quarta-feira, novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Cunha os recebeu em seu gabinete e disse que irá apreciar o pedido com celeridade, mas respeitando os preceitos da Constituição e com total isenção. Lideranças de movimentos pelo afastamento da presidente também estavam presentes. O pedido em si tem 64 páginas, mas foram entregues três caixas de documentos, com anexos.

Nos discursos, os opositores defenderam o impeachment, mas não fizeram qualquer crítica a Cunha, que deverá ser alvo de processo no Conselho de Ética. No gabinete de Cunha, a filha do jurista e ex-petista Hélio Bicudo – um dos idealizadores do pedido – Maria Lúcia Bicudo, defendeu que os manifestantes voltem às ruas. O líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), também no gabinete, fez duras críticas a Dilma e ao PT.

— A corrupção é a marca desse governo — disse Sampaio.

Cunha afirmou que dará celeridade ao processo, mas não marcou data.

— Recebo e acolho esse pedido. Vou processá-lo o mais célere possível, atendendo ao preceitos da Constituição e com total isenção — disse Cunha.


 

Leia mais: 


Relator do Orçamento quer cortar R$ 10 bi do Bolsa Família


Justiça ouve primeiros réus no processo da Odebrecht na Lava Jato


Parecer do TCU sobre contas de 2014 de Dilma é lido em plenário


Deixe um comentário

Rolar para cima