O amigo desprezado

mmPor ,05/12/2015 às 10:51, Atualizado em 05/12/2015 às 10:51

A Lei de Deus funciona por compensação. Assim é que, se você perder pai, mãe ou ambos na sua infância ou adolescência, ou forem omissos ou, ainda, sem condições de educá-lo, aparecerão pessoas para desempenhar esse papel, tais como, tias, irmãos, amigos, colegas, professores, etc. Essas pessoas importantes para a sua vida, Jesus as classificou como pedras …

O amigo desprezado Leia mais »

A Lei de Deus funciona por compensação. Assim é que, se você perder pai, mãe ou ambos na sua infância ou adolescência, ou forem omissos ou, ainda, sem condições de educá-lo, aparecerão pessoas para desempenhar esse papel, tais como, tias, irmãos, amigos, colegas, professores, etc.

Essas pessoas importantes para a sua vida, Jesus as classificou como pedras angulares – a pedra mais importante de sustentação da construção –, Ele mesmo se incluindo por ter sido desprezado pelo povo judeu.

Michael Jackson fez amizade com um Rabino, conselheiro da melhor espécie que o levou a reflexões importantes sobre a vida e o viver, e depois o desprezou. Segundo Michael, o Rabino o estava levando a sentir-se uma pessoa normal, comum e ele pediu ao Rabino para afastar-se, porque ele não era comum, era especial. Perdeu a grande oportunidade de sua vida.

Alexandre, o grande, teve em Arístóteles – o maior filósofo grego da época -, a sua pedra angular e o dispensou. Nero,desfrutou da companhia de Sêneca, como Aristóteles, o maior filósofo romano da época e, igualmente, o dispensou.

E assim, cada um de nós, seres em geral primários, de pouca inteligência e desprovidos de gratidão, ao longo da vida vamos dispensando pessoas que apareceram aparentemente por acaso, mas que poderiam por muito tempo nos ajudar a enxergar melhor ou ter um pouco mais de lucidez e rumo na
vida.

O Mestre Chico Xavier classificava os amigos como bênçãos de Deus. Jesus referia-se aos apóstolos como amigos porque, segundo Ele, tudo que sabia tinha lhes ensinado.

Todos nós conhecemos, ao longo de nossas vidas, pessoas que poderiam em muito contribuir para que tivéssemos uma vida melhor, mas, na Terra, o aproveitamento das oportunidades  ainda é muito pequeno e, por isso, as desprezamos.

 


Família – a função de cada um


Terrorismo – grito de socorro


Mulheres doentes de amor?


 

Deixe um comentário

Rolar para cima