MPDFT denuncia homem que abrigou acusados de latrocínio na Asa Norte

BSB Capital06/09/2017 às 10:28, Atualizado em 06/04/2022 às 15:18

Vítima chegava de carro ao prédio em que morava quando foi assaltada por dois homens e esfaqueada

A 5ª Promotoria de Justiça Especial Criminal de Brasília denunciou nesta terça-feira (5) Glauber Barbosa da Costa por abrigar em sua residência os suspeitos de matar a facadas Maria Vanessa Veiga Esteves após um assalto na quadra 408 Norte. O crime aconteceu em 8 de agosto.

Segundo as investigações, Costa, que mora em uma quitinete na comercial da 208 Norte, abrigou Alecsandro de Lima Dias e um adolescente após o crime de latrocínio contra Maria Vanessa. A vítima foi abordada pelos dois suspeitos no estacionamento do prédio em que morava, na 408 Norte. Filmagens e denúncias anônimas levaram a polícia até a residência do denunciado.

A 5ª Promotoria de Justiça Especial Criminal de Brasília pede a condenação por favorecimento pessoal. A pena prevista é de detenção de, no máximo, seis meses e multa. Além disso, pede a reparação dos danos morais e materiais a serem ressarcidos aos irmãos da vítima no valor de R$ 3 mil para cada.

Saiba mais

Os Juizados Especiais Criminais são competentes para o processo e julgamento das infrações penais de menor potencial ofensivo, entendidas como os crimes e as contravenções penais cujas penas máximas não sejam superiores a dois anos de privação de liberdade.

Se comprovado que Glauber também esteve envolvido no latrocínio, ele poderá ser denunciado pela Promotoria de Justiça Criminal competente e responderá pelos crimes previstos no Código Penal.}

Deixe um comentário

Rolar para cima