Morte por leishmaniose causa alerta no DF

bsbcapitalPor ,01/03/2013 às 8:55, Atualizado em 01/03/2013 às 8:55

De uma hora para outra, a pequena Alicia de Oliveira Santilli, de 10 meses, deixou de ser o bebê sorridente das fotos guardadas com carinho pela avó, a dona de casa Denise Braz Santilli, 50 anos. “Ela começou a ter febre e não queria comer. Ia ao médico, mas nada de errado era encontrado”, conta. …

Morte por leishmaniose causa alerta no DF Leia mais »

De uma hora para outra, a pequena Alicia de Oliveira Santilli, de 10 meses, deixou de ser o bebê sorridente das fotos guardadas com carinho pela avó, a dona de casa Denise Braz Santilli, 50 anos. “Ela começou a ter febre e não queria comer. Ia ao médico, mas nada de errado era encontrado”, conta. A menina acabou não resistindo e, apenas 10 dias após o sepultamento, a causa da morte de Alicia foi esclarecida: leishmaniose visceral, também conhecida como calazar. A família acredita que a bebê tenha contraído a doença durante uma visita, no fim de 2012, aos avós, que moram no Condomínio Privê Morada Sul. Na região, há casos comprovados de cães e pessoas contaminadas pela doença, o que deixa os moradores em alerta.
Fonte: correiobraziliense.com.br
Extratos dos Jornais.

Deixe um comentário

Rolar para cima