Ministro mais próximo a Temer, Padilha deixa o governo Dilma

bsbcapitalPor ,04/12/2015 às 13:13, Atualizado em 04/12/2015 às 13:13

O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS) está de saída do governo. Ele tentou entregar ontem o seu pedido de demissão à presidente Dilma Rousseff, mas não conseguiu uma audiência com a presidente. Padilha viajou para Porto Alegre (RS), antes, porém, deixou a exoneração protocolada no Planalto. De acordo com o colunista …

Ministro mais próximo a Temer, Padilha deixa o governo Dilma Leia mais »

2014-778563579-COTA-PMDBEliseu-PadilhaReproducao-FB.jpg_20141224-10

O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS) está de saída do governo. Ele tentou entregar ontem o seu pedido de demissão à presidente Dilma Rousseff, mas não conseguiu uma audiência com a presidente. Padilha viajou para Porto Alegre (RS), antes, porém, deixou a exoneração protocolada no Planalto.

De acordo com o colunista Jorge Bastos Moreno, o comando do PMDB entendeu como uma grave sinalização a recusa do ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, de receber o colega Eliseu Padilha, que lhe entregaria a carta de demissão. Para não ter que constranger a presidente Dilma, Padilha optou por essa via. Com a recusa de Wagner em recebê-lo, Padilha foi obrigado a protocolar sua carta de demissão, atitude rara na história da República.

Segundo pessoas próximas ao ministro, ele vinha dizendo estar se sentindo bastante “constrangido” porque não podia nem criticar, nem defender o processo de abertura de impeachment. Na Esplanada, Padilha é o ministro mais próximo do vice-presidente Michel Temer. A saída se deu por “convicção política” e “lealdade” ao vice. Padilha já vinha se sentindo incomodado no cargo, mas a decisão começou a ser pensada na noite de quarta-feira, em conversa com peemedebistas no Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer. No dia seguinte, quando Dilma e Temer conversaram e o ministro Jaques Wagner fez um relato que o vice não considerou correto da reunião, Padilha sacramentou o desembarque.

 


Após decisão do TCU, Dilma tem 1ª reunião com os 31 ministros


Ministro do TCU se torna alvo de investigação sobre fraudes fiscais


Dilma anuncia corte de 3 mil cargos comissionados e reduz salários de ministros


 

Deixe um comentário

Rolar para cima