Mais respeito ao pedestre

BSB Capital 21/09/2014 às 15:20, Atualizado em 21/09/2014 às 15:20

         Com campanhas educativas e dinâmicas voltadas para crianças, Detran promove atividadeso em diversas cidades até o dia 25 A Semana Nacional de Trânsito foi aberta oficialmente no Distrito Federal na quinta-feira (18). Com o tema “A cidade para todos. Prioridade para o pedestre”, a solenidade aconteceu na Praça do Cidadão, em …

Mais respeito ao pedestre Leia mais »

         Com campanhas educativas e dinâmicas voltadas para crianças, Detran promove atividadeso em diversas cidades até o dia 25

A Semana Nacional de Trânsito foi aberta oficialmente no Distrito Federal na quinta-feira (18). Com o tema “A cidade para todos. Prioridade para o pedestre”, a solenidade aconteceu na Praça do Cidadão, em Ceilândia, e reuniu 400 crianças de várias escolas da cidade e autoridades ligadas ao setor. Até quinta-feira (25), o Departamento de Trânsito (Detran-DF) promoverá atividades em diversas regiões administrativas.

“É importante que o pedestre perceba que tem sua responsabilidade no trânsito, mas não tem como negar que o condutor tem uma responsabilidade ainda maior. Nosso lema é: ‘No trânsito é simples assim: o maior cuida do menor e todos cuidam do pedestre’”, destacou o diretor-geral do Detran-DF, Rômulo Félix.

Entre as atividades desenvolvidas pelo Detran, estão palestras, oficinas de artes, pista interativa, jogos educativos e exposição de equipamentos utilizados no cotidiano dos agentes da autarquia. “É fundamental a educação de trânsito desde a mais tenra infância, para que essas crianças, no futuro, se tornem condutores conscientes”, disse Felix.

Entre quinta e sexta-feira (19), as instalações do Detran receberam 2,7 mil participantes por dia em Ceilândia. No sábado (20), é a vez das crianças que frequentam o Parque da Cidade terem a oportunidade de participar das oficinas, jogos e apresentações, que seguem para o Eixão Norte no domingo. Segunda e terça-feira será a vez da estrutura ir para Planaltina. Fechando na quarta e quinta-feiras no Paranoá, ambas ao lado das administrações regionais.

Para a pequena Ingrid Freire, de 8 anos, o aprendizado foi bastante válido. Ela garantiu que vai levar os ensinamentos para casa. “Meu pai é quem dirige e, por isso, vou ficar sempre lembrando a ele que é preciso colocar o cinto, respeitar a faixa e os pedestres e observar o semáforo para não bater o carro”, ensinou a estudante do 2º ano do Ensino Fundamental.

Vidas preservadas

O Detran-DF tem consciência de que precisa reduzir cada vez mais o número de acidentes, principalmente aqueles com mortes. Porém, alguns números são bem animadores e mostram que os casos trágicos estão diminuindo gradativamente.

Nos 17 anos da sensibilização para a faixa de pedestres, o número de ocorrências fatais caiu em 39,6%. Em 2013 houve queda de 10% na quantidade de acidentes com vítimas em relação ao ano anterior. Por fim, vale destacar que, em 1997, o DF possuía uma frota de 523 mil carros e ocorreram 465 mortes. No ano passado, com quase 1,5 milhão de automóveis, os óbitos caíram para 381.

Deixe um comentário

Rolar para cima