Justiça condena Costa por lavagem de dinheiro na refinaria Abreu e Lima

bsbcapitalPor ,22/04/2015 às 14:06, Atualizado em 22/04/2015 às 14:06

A Justiça Federal condenou a sete anos e seis meses de reclusão o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, o doleiro Alberto Youssef e outros seis investigados na Operação Lava Jato. Eles foram condenados pelos crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro por desvio de recursos públicos na construção da Refinaria Abreu …

Justiça condena Costa por lavagem de dinheiro na refinaria Abreu e Lima Leia mais »

pauloAntonioCruzAgenciaBrasil

A Justiça Federal condenou a sete anos e seis meses de reclusão o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, o doleiro Alberto Youssef e outros seis investigados na Operação Lava Jato. Eles foram condenados pelos crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro por desvio de recursos públicos na construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Responsável pela sentença e pela condução da Lava Jato na Justiça Federal, o juiz Sérgio Moro negou o pedido de perdão judicial feito por Paulo Roberto por causa de sua colaboração com as investigações. No caso do ex-diretor da Petrobras serão descontados os períodos em que ele esteve preso na Polícia Federal e também os seis meses em que está em prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica.

Entre os demais condenados está o empresário Márcio Bonilho, do grupo Sanko Sider. De acordo com as investigações da Lava Jato, os custos da refinaria pernambucana saltaram de R$ 2,5 bilhões, em 2009, para R$ 20 bilhões, em 2014. Os condenados poderão recorrer da decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Deixe um comentário

Rolar para cima