Juiz autoriza acareações de presos na Lava-Jato na próxima semana na CPI da Petrobras

BSB Capital 29/06/2015 às 15:27, Atualizado em 29/06/2015 às 15:27

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal do Paraná, autorizou nesta segunda-feira que presos da Operação Lava-Jato, detidos em Curitiba, possam participar de sessões de acareação realizadas pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras a serem realizadas em julho e agosto. A CPI havia pedido autorização para os depoimentos agora no final de …

Juiz autoriza acareações de presos na Lava-Jato na próxima semana na CPI da Petrobras Leia mais »

doleirocapacosta

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal do Paraná, autorizou nesta segunda-feira que presos da Operação Lava-Jato, detidos em Curitiba, possam participar de sessões de acareação realizadas pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras a serem realizadas em julho e agosto. A CPI havia pedido autorização para os depoimentos agora no final de junho e início de julho, mas o juiz negou os pedidos alegando que os presos deveriam participar de audiências na Justiça Federal do Paraná nos processos em que são reus e marcou novas datas.

Assim, Moro autorizou que a acareação de Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras, com Renato Duque, ex-diretor de Serviços e Engenharia da Petrobras preso no Complexo Penal de Pinhais, no Paraná, seja realizada na CPI, na Câmara dos Deputados, no próximo dia 8. A acareação entre Barusco e João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, também preso no Complexo Penal de Pinhais, acontecerá no próximo dia 9. Já a acareação entre o doleiro Alberto Youssef, preso na Carceragem da Polícia Federal em Curitiba e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, preso em regime domiciliar no Rio de Janeiro, acontecerá no próximo dia 6 de agosto.

Os acusados que estão presos (Renato Duque, João Vaccari, Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa) serão escoltados pela Polícia Federal até Brasilia. Pedro Barusco vai a Brasilia sem escolta.

O juiz autorizou ainda o empresário Ricardo Ribeiro Pessoa, dono da UTC e o mais novo delator da Operação Lava-Jato, a prestar novo depoimento a pedido do Supremo Tribunal Federal (STF) no próximo dia 8, às 13h, na Superintendência da Polícia Federal de São Paulo.

Deixe um comentário

Rolar para cima