Raimundo Ribeiro deixa base de apoio do GDF e leva todo seu grupo político

bsbcapitalPor ,24/02/2016 às 15:05, Atualizado em 09/07/2016 às 3:53

A crise na Segurança Pública tem mais um capítulo, depois da fuga de dez presos da Papuda, no último domingo (21/2). Todo o grupo político ligado ao deputado distrital Raimundo Ribeiro (PSDB) apresenta nesta quarta-feira (24) a carta de demissão ao governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Entre os postos que ficam vagos estão cargos estratégicos, que vão …

Raimundo Ribeiro deixa base de apoio do GDF e leva todo seu grupo político Leia mais »

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A crise na Segurança Pública tem mais um capítulo, depois da fuga de dez presos da Papuda, no último domingo (21/2). Todo o grupo político ligado ao deputado distrital Raimundo Ribeiro (PSDB) apresenta nesta quarta-feira (24) a carta de demissão ao governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Entre os postos que ficam vagos estão cargos estratégicos, que vão desde o sistema prisional até o comando do Na Hora e Procon.

O parlamentar antecipou à coluna Grande Angular alguns dos nomes que desembarcam da gestão socialista. A maior parte dos servidores ligados a Ribeiro ocupavam cargos na Secretaria de Justiça e Cidadania, bem como no sistema penitenciário. O administrador de Sobradinho, Divino Sales, também deixará o cargo.

Na tarde de ontem, os secretários de Justiça, João Carlos Souto; da subsecretaria do Sistema Penitenciário, João Carlos Lóssio; e o diretor de PDF 1, Mauro Cezar Lima, foram exonerados de seus cargos. Todos eram pessoas da confiança de Ribeiro. O distrital só ficou sabendo da demissão minutos antes do anúncio feito por Rollemberg a respeito das substituições. “O governador me telefonou e só me avisou sobre a saída de Lóssio. Fui pego de surpresa quanto ao Souto”, disse o deputado tucano.

 

Na manhã desta quarta, Ribeiro reuniu-se com o seu grupo político em uma casa no Lago Norte. Na ocasião, seus apoiadores lhe entregaram suas cartas de demissão do governo. O parlamentar, no entanto, pediu a agentes penitenciários que são diretores dos presídios para que não saiam imediatamente com o objetivo de “não deixar os presídios às moscas.”

O distrital fará um pronunciamento sobre sua decisão a partir das 16h, na Câmara Legislativa.

 


Justiça do DF condena Roriz e Arruda por envolvimento na operação Caixa de Pandora


Após a debandada do PDT, o que pensaria Leonel Brizola?


Justiça condena Agnelo por improbidade na contratação para a Fórmula Indy

 


 

Deixe um comentário

Rolar para cima