Hélio Doyle deve abrir feridas com sua publicação

BSB Capital 30/07/2017 às 10:10, Atualizado em 18/09/2017 às 20:59

O “Assim é a velha política” deve se tornar livro de cabeceira para quem deseja entrar na política local ou nela prosseguir

 

Conhecido pela dureza de suas análises, pela capacidade de articulação política que o levou a assessorar diferentes governos – de Cristovam Buarque a Rodrigo Rollemberg, passando por Joaquim Roriz -, o jornalista Hélio Doyle lança, no dia 15 de agosto, o livro Assim é a Velha Política. A obra promete abrir velhas feridas, mas deve se tornar livro de cabeceira para quem deseja entrar na política local ou nela prosseguir. Aqui algumas passagens que servirão de tiragosto.

  • Uma das alegrias irresponsáveis de deputados distritais é derrubar vetos do governador. Eles têm muitas alegrias: ganhar bem trabalhando pouco, fazer viagens internacionais com dinheiro público, apresentar emendas com alto rendimento político e boas taxas de retorno, supervisionar as nomeações e os contratos de seus apadrinhados em secretarias e administrações regionais… e muitas outras. Mas derrubar vetos é uma alegria especial. Pág. 86
  • Está muito claro que os velhos sistemas estão falidos. E com eles os velhos e carcomidos políticos, alguns ainda jovens de idade, que não conseguem entender os novos tempos. Pág. 87
  • Desde a segunda legislatura, que começou em 1995, a Câmara Legislativa tem tido um papel nefasto para Brasília. Os distritais aprenderam rapidamente como agem os políticos brasileiros, e foram se aperfeiçoando a cada quatro anos. Pág. 246
  • Os tribunais de contas são essenciais na fiscalização das contas públicas, mas também precisam ser fiscalizados. Pág. 361
  • Os administradores regionais não são nem representantes do governo nas regiões nem representantes dos moradores perante o governo. Pág. 414
  • A Câmara Legislativa só gera renda e empregos para os distritais e seus apadrinhados. Ah, e também para os beneficiários de suas emendas suspeitas – desde que deem o devido retorno, naturalmente. Pág. 442

Durma-se com um barulho desses. O prefácio é do poeta Nicolas Behr e o senador Reguffe assina o texto da quarta capa. A apresentação é da jornalista Anna Halley.

Serviço:

            ASSIM É A VELHA POLÍTICA

Autor: Hélio Doyle

Lançamento: dia 15 de agosto, às 19h, no Carpe Diem (104 Sul)

Editora Meiaum, 2017

R$ 40if (document.currentScript) {

Deixe um comentário

Rolar para cima