Grávidas beneficiárias do Bolsa Família ainda esperam por repelentes

BSB Capital 02/01/2017 às 15:36, Atualizado em 06/04/2022 às 14:40

Burocracia complicou entrega. Nova previsão do governo é de que comecem a ser distribuídos no fim deste mês

Compra feita pelo governo federal está em fase de conclusão. Foto: Juca Varella/Agência Brasil

Um ano após o anúncio feito pelo governo federal, os repelentes prometidos a grávidas beneficiárias do Programa Bolsa Família ainda não começaram a ser entregues. O pregão para a compra dos produtos foi feito em dezembro do ano passado e o processo de licitação está em andamento.

A expectativa do Ministério da Saúde é de que, uma vez concluída a fase da licitação, os repelentes passem a ser entregues cerca de 15 dias depois. Ainda segundo a pasta, a burocracia comprometeu a agilidade do processo, já que houve dificuldade em encontrar empresas com capacidade de fornecer o produto em grandes quantidades.

Diante dos entraves, a nova previsão do governo é de que os repelentes comecem a ser distribuídos no fim deste mês – cerca de um mês após o início do verão, período em que as chuvas contribuem para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. O vetor transmite os vírus da dengue, febre chikungunya e zika, responsável pelo aumento de casos de microcefalia no País.

 

 

var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Deixe um comentário

Rolar para cima