Governo dobra tributo e preço da gasolina pode aumentar em R$ 0,41

mmPor ,20/07/2017 às 19:06, Atualizado em 18/09/2017 às 21:04

Em Brasília, litro do combustível corre risco de passar de R$ 3,50

O valor do tributo vai passar de R$ 0,38 por litro para R$ 0,79 por litros ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente Michel Temer (PMDB) decidiu dobrar o PIS/Cofins que incide sobre a gasolina. O valor vai passar de R$ 0,38 por litro para R$ 0,79 por litro. Com isso, o litro do combustível poderá ficar até R$ 0,41 mais caro nas bombas.

O governo alega dificuldades em cumprir a meta fiscal de déficit primário de R$ 139 bilhões e diz que pretende arrecadar R$ 10,4 bilhões com o reajuste. A medida já entra em vigor a partir desta sexta-feira (21) com a publicação no Diário Oficial da União.

A alíquota subirá de R$ 0,38 para R$ 0,79 para o litro da gasolina e de R$ 0,24 para R$ 0,46 para o diesel nas refinarias. Para o litro do etanol, a alíquota passará de R$ 0,12 para R$ 0,13 para o produtor. Para o distribuidor, a alíquota, atualmente zerada, aumentará para R$ 0,19.

No caso do Distrito Federal, o reajuste chega no momento em que os postos vendem gasolina por até R$ 2,97. A expectativa é que o tributo seja repassado ao consumidor. Na capital, o valor do litro pode chegar a R$ 3,50, em média.

O governo também bloqueará mais R$ 5,9 bilhões de despesas não obrigatórias do Orçamento. Os novos cortes serão detalhados nesta sexta, quando o Ministério do Planejamento divulgará o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas.

Publicado a cada dois meses, o documento contém previsões sobre a economia e a programação orçamentária do ano.}

Deixe um comentário

Rolar para cima