Governadores se reúnem para “serenar os ânimos”

orlandopontesPor ,23/08/2021 às 11:17, Atualizado em 24/08/2021 às 11:07

Reunião do Fórum Nacional de Governadores começa com coordenador defendendo a criação de um “Pacto pela Democracia” e Ibaneis pedindo serenidade

Governador Ibaneis Rocha é o anfitrião do encontro que acontece nesta segunda-feira (23). Foto: Orlando Pontes/ Brasília Capital

Começou na manhã desta segunda-feira (23), por volta das 10h, a reunião do Fórum Nacional de Governadores para tratar de assuntos de interesse nacional. Entre os temas: a harmonia entre os Poderes, a necessidade da reforma tributária, questões ambientais e ainda o processo de imunização contra a covid-19. Dos 27 chefes do Executivo, 23 participam da reunião (presencial ou virtual), no Palácio do Buriti.

No início da reunião, o coordenador do Fórum e governador do Piauí, Wellington Dias (PT), defendeu a criação de um “Pacto pela Democracia”, nos moldes do “Pacto pela Vida”, proposto pelos mesmos gestores durante a pandemia do novo coronavírus.

“O Brasil precisa criar um ambiente de diálogo e de segurança, principalmente para os investidores”, afirmou o governador piauiense.

A reunião que acontece três dias depois do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviar ao Senado um pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Governadores presentes no encontro:

1) Governador do Acre, Gladson Cameli.
2) Governador de Alagoas, Renan Filho.
3) Governador do Amapá, Waldez Goés.
4) Governador da Bahia, Rui Costa
5) Governador do Ceará, Camilo Santana.
6) Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.
7) Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.
8) Governador do Goiás, Ronaldo Caiado.
9) Governador do Maranhão, Flávio Dino.
10) Governador do Mato Grosso, Mauro Mendes.
11) Governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja.
12) Governador de Minas Gerais, Romeu Zema.
13) Governador do Pará, Helder Barbalho.
14) Vice-Governador do Paraná, Darci Piana.
15) Governador de Pernambuco, Paulo Câmara.
16) Governador do Piauí Wellington Dias,
17) Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro.
18) Vice-Governador do Rio Grande do Norte, Antenor Roberto.
19) Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.
20) Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés
21) Governador de São Paulo, João Doria.
22) Governador de Sergipe, Belivaldo Chagas.
23) Governador de Roraima, Antonio Denarium.

Serenar os ânimos

Antes do início da reunião, o governador Ibaneis Rocha destacou que os governadores pretendem contribuir para “serenar os ânimos”.

“Ainda estamos enfrentando uma crise sanitária e é preciso preservar a harmonia entre os poderes. Há exageros de parte a parte e os governadores querem dar sua contribuição para serenar os ânimos. O Brasil precisa seguir em frente”, avalia governador Ibaneis Rocha, que coordena o grupo nacionalmente.

O Fórum tem, ao longo das edições, debatido assuntos importantes para o país, como os investimentos necessários para combater a covid-19, o pacto federativo, o equilíbrio fiscal, além das medidas de segurança e apoio à destinação de mais recursos para a educação.

Em reunião realizada em fevereiro passado, os governadores estiveram com os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. Na ocasião, os gestores reforçaram a necessidade de se completar os ciclos de vacinação em todo o Brasil para a retomada da normalidade e do crescimento.

Acompanhe o Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima