Estampas

bsbcapitalPor ,20/07/2013 às 10:10, Atualizado em 20/07/2013 às 10:10

Nāo é de hoje que as estampas estão presentes em nossos guarda-roupas. Os fenícios foram os pioneiros a confeccioná-las, utilizando blocos de madeira, que é o mais antigo método de estamparia conhecido. Outros métodos muito utilizados eram o bordado e o uso de stencil, técnicas incorporadas anos mais tarde. Apesar de já existirem, as estampas …

Estampas Leia mais »

Nāo é de hoje que as estampas estão presentes em nossos guarda-roupas. Os fenícios foram os pioneiros a confeccioná-las, utilizando blocos de madeira, que é o mais antigo método de estamparia conhecido. Outros métodos muito utilizados eram o bordado e o uso de stencil, técnicas incorporadas anos mais tarde.

Apesar de já existirem, as estampas só foram realmente utilizadas na Europa após o século XVII, quando já eram amplamente vistas no Oriente. Nessa época era muito comum clãs usarem uma determinada estampa para identificar a linhagem. O tartan – uma variação do xadrez – é exemplo disso, quando eram usados apenas por escoceses.

Os tecidos estampados ganharam força na moda européia após o ano 1000, aumentando vertiginosamente o número de adeptos. A partir desse período, as padronagens e cores não tinham mais um papel simbólico, deixando esse trabalho para o tecido utilizado. A seda, por exemplo, devido ao seu alto valor, era usado apenas por nobres.

Após a grande difusão de estampas, começaram a surgir os mais variados tipos de padronagens, muitas delas presentes até os dias de hoje. Flores, animais, pictoriais (nuvens, objetos, paisagens etc) e até mangas (os famosos quadrinhos japoneses) marcaram algumas das fases que compõem a história das estampas.

Mais recentemente tivemos uma overdose de animal print. Depois vimos o barroco invadir a moda, sendo usado até nas hastes dos óculos. Os desenhos animados também tiveram espaço no mundo das estampas.

Para provar que personagens de jogos antigos ainda estão com tudo, está aí a nova coleção de Fred Perry. O estilista fez uma parceria com a Namco, criadora do clássico Pac-Man. O revival traz cinco camisetas e duas bolsas com os personagens do jogo.

Outro fenômeno recente foi a profusão de listras, principalmente em p&b, que aliás ainda podem ser amplamente vistas nas ruas brasileiras.

As estampas hoje são bem democráticas e dependem somente do gosto e do estilo de cada um para serem incorporadas ao dia-a-dia. Como sempre, a única regra é o bom gosto!

Por Rebeca Borges

 

Deixe um comentário

Rolar para cima