Em viagem à Bósnia, Papa Francisco pede reconciliação entre católicos e muçulmanos

bsbcapitalPor ,06/06/2015 às 12:14, Atualizado em 06/06/2015 às 12:14

O Papa Francisco pediu para que os muçulmanos, ortodoxos e católicos da Bósnia coloquem para trás a “barbárie” da guerra e trabalhem juntos para um futuro de paz, durante uma visita de apenas um dia a Sarajevo, neste sábado, com a intenção de incentivar a reconciliação entre as religiões após a guerra devastadora da década …

Em viagem à Bósnia, Papa Francisco pede reconciliação entre católicos e muçulmanos Leia mais »

BOSNIA-VATICAN-RELIGION-POPE-VISIT-2

O Papa Francisco pediu para que os muçulmanos, ortodoxos e católicos da Bósnia coloquem para trás a “barbárie” da guerra e trabalhem juntos para um futuro de paz, durante uma visita de apenas um dia a Sarajevo, neste sábado, com a intenção de incentivar a reconciliação entre as religiões após a guerra devastadora da década de 1990.

Francisco foi recebido com alegria por milhares de bósnios que acompanharam sua rota pela capital do país, de maioria muçulmana. Outras 65 mil pessoas, a maioria delas, católicas, encheram o mesmo estádio onde João Paulo II liderou uma missa emocionante após a guerra, em 1997.

— Guerra nunca mais! — disse o Papa em sua homilia, condenando aqueles que incitam a guerra com o objetivo de vender armas ou para fomentar deliberadamente tensões entre povos de diferentes costumes.

Jorge Mario Bergoglio pediu que os bósnios construam a paz a cada dia — não apenas falem nela — através de “ações, atitudes e atos de bondade, de fraternidade, de diálogo e de misericórdia”.

Deixe um comentário

Rolar para cima