Educação a distância ou à distância?

Elias SantanaPor ,19/03/2018 às 9:15, Atualizado em 16/03/2018 às 18:18

De forma bem objetiva, aprenda a usar a crase

Em tempos de intensa conectividade, uma das modalidades educacionais mais usadas – e elogiadas – hodiernamente é a virtual. Apesar da pouca interação interpessoal (que também faz parte do processo de ensino e aprendizagem), poder estudar em casa, por meio da internet, possui significativas vantagens, como a economia de tempo e dinheiro e o autogerenciamento do ritmo de estudos. Com isso, uma expressão ganhou notoriedade: educação a distância.

Existe um consenso entre gramáticos: caso a distância não seja especificada, não se deve usar o sinal indicativo de crase. As seguintes construções, portanto, são consideradas corretas:

  • Educação a distância.
  • Ensino a distância
  • Atendimento a distância.
  • A mãe observava a evolução do filho a distância.

Note que, nos três casos apresentados, o vocábulo “distância” foi usado em sentido genérico.

A situação é um pouco diferente caso, no texto, a distância seja especificada. Se isso acontecer, o sinal indicativo de crase passar a ser obrigatório! Veja:

  • Eu estudava à distância de 300 metros da minha casa.
  • O atendimento foi feito à distância de 15 quilômetros do acidente.
  • Há um universo de conhecimento à distância de um clique!

Agora, além de conhecer mais sobre o uso da locução “a distância”, você também aprendeu um pouco mais sobre o sinal indicativo de crase! Logo, você não tem mais motivos para usar apenas a sigla EaD para designar a sua forma de estudar! Não tenha vergonha! Use – ou deixe de usar – o acento grave sem medo!

Deixe um comentário

Rolar para cima