Edinho, filho de pelé, é preso pela 5ª vez

bsbcapitalPor ,21/07/2017 às 17:12, Atualizado em 06/04/2022 às 15:19

Ex-goleiro foi condenado a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro em decorrência de tráfico de drogas

O ex-goleiro do Santos Futebol Clube e filho de Pelé, Edison Cholbi Nascimento, o Edinho, se apresentou na tarde desta sexta-feira (21) à Polícia Civil, em Santos, no litoral de São Paulo, para cumprir 12 anos, dez meses e 15 dias de prisão. Ele foi condenado por lavagem de dinheiro em decorrência do tráfico de entorpecentes.

Ao chegar no 5º Distrito Policial de Santos, o ex-goleiro falou rapidamente com a imprensa. “Não aguento mais. Estou convicto na minha luta e, com certeza, vou vencer. Frustração”, disse.

O advogado de Edinho, Eugênio Malavasi, informou que agora vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF), para que ele possa responder em liberdade. Ele permanecerá preso até um novo parecer da Justiça.

A primeira prisão de Edinho aconteceu em 2005. O ex-goleiro foi detido com outras 17 pessoas pela Operação Indra, realizada pelo Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), acusado de ligação com uma organização de tráfico de drogas comandada por Duarte Barsotti de Freitas, o Naldinho.} else {

Deixe um comentário

Rolar para cima