E agora, Érika?

mmPor ,14/05/2017 às 10:15, Atualizado em 18/09/2017 às 21:32

Antes da vitória de Érika, um grupo de petistas cogitava uma coligação com o governador de Brasília

 

Imagem relacionada
ALEX FERREIRA / CÂMARA DOS DEPUTADOS

Após a eleição da deputada federal Érika Kokay para presidente local, já se fala no PT-DF em um congresso extraordinário, no fim do ano, para tratar das eleições de 2018. Antes da vitória de Érika, um grupo de petistas cogitava uma coligação com o governador Rodrigo Rollemberg, onde o PT abriria mão do Buriti por uma boa composição nas candidaturas proporcionais. Agora, a opção Rollemberg parece estar descartada. A dúvida que fica é se o PT deixará, pela primeira vez, de lançar um nome ao GDF e se proteger das pedras que deverão ser atiradas na sua vitrine. Para o Senado, é quase certo o nome de Wasny De Roure.d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

Deixe um comentário

Rolar para cima