Duplicação da BR-070 até Cocalzinho começará em maio

bsbcapitalPor ,02/04/2015 às 21:06, Atualizado em 02/04/2015 às 21:06

A prefeitura de Cocalzinho recebeu no dia 4 de março um documento assinado pelo engenheiro Flávio Murilo Gonçalves, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/GO), afirmando a que em maio começarão as obras na região. Estão previstas as reformas das travessias urbanas dos municípios de Girassol e de Edilândia, além da duplicação da BR-070/GO …

Duplicação da BR-070 até Cocalzinho começará em maio Leia mais »

Dnit02A prefeitura de Cocalzinho recebeu no dia 4 de março um documento assinado pelo engenheiro Flávio Murilo Gonçalves, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/GO), afirmando a que em maio começarão as obras na região. Estão previstas as reformas das travessias urbanas dos municípios de Girassol e de Edilândia, além da duplicação da BR-070/GO até a BR-414/GO, em Cocalzinho. A rodovia é duplicada no trecho entre Taguatinga e Águas Lindas, perto da barragem do Descoberto.

A expectativa é que o número de acidentes na BR-070 diminua, como o que aconteceu na BR-060, desde que foi duplicada. O número de acidentes na rodovia diminuiu de 71 para 60, de janeiro e fevereiro de 2014 para o mesmo período de 2015. Foi apenas um acidente por colisão frontal e quatro mortes na rodovia. De acordo com o documento, o DNIT afirma que os ocupantes nas faixas de domínio dos trechos em questão serão notificados previamente para que desocupem as margens da BR.

 

Congestionamento à vista

O crescimento populacional do Entorno do DF tem feito com que 200 mil trabalhadores e estudantes de várias cidades de Goiás se desloquem para o DF diariamente, segundo pesquisa divulgada no dia 25 de março pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dentre as cidades do Entorno, Águas Lindas, Girassol, Edilândia e Cocalzinho estão entre as mais diretamente da capital da República. E, para isso, essas comunidades são obrigadas a enfrentar as curvas, retas e perigos da BR-070.

Com a licitação para privatização da BR-060, a expectativa é de que aumente o fluxo de carros na BR-070, pois muitos motoristas vão querer se livrar dos dois pedágios entre Brasília e Goiânia, que custarão R$ 5,20 no total (R$ 3 em Alexânia e R$ 2,20 em Goianápolis). Essa fuga deve ocorrer principalmente com os caminhões, que pagam por eixo e têm uma cobrança maior.

Ao contrário de outras rodovias federais que cortam o DF, como a 040 e a 060, que possuem postos da PRF ainda nos primeiros quilômetros, o posto mais perto da 070 fica no município de Jussara, em Goiás, no Km 282. Este é mais um aspecto facilitador das transgressões praticadas pelos condutores.

 

Deixe um comentário

Rolar para cima