Dobra o número de mortes nas rodovias

bsbcapitalPor ,20/02/2015 às 12:13, Atualizado em 20/02/2015 às 12:13

Nas rodovias federais que cortam o DF, entretanto, dobrou o número de mortes durante o carnaval. Foram dez este ano, contra cinco no mesmo período de 2014.  A Polícia Rodoviária Federal atribui o aumento a acidentes “atípicos”. No dia 15, segundo a PRF, seis pessoas morreram um acidente envolvendo um carro que fugia da polícia. …

Dobra o número de mortes nas rodovias Leia mais »

Nas rodovias federais que cortam o DF, entretanto, dobrou o número de mortes durante o carnaval. Foram dez este ano, contra cinco no mesmo período de 2014.  A Polícia Rodoviária Federal atribui o aumento a acidentes “atípicos”. No dia 15, segundo a PRF, seis pessoas morreram um acidente envolvendo um carro que fugia da polícia. O veículo invadiu a pista contrária e bateu em outro carro. No dia 13, mais uma batida frontal deixou quatro pessoas mortas.

As rodovias que registraram o maior número de acidentes foram a BR-020, que liga o DF ao Nordeste, a BR-040, usada por motoristas que vão rumo ao Sudeste e a GO-010, principal ligação entre Brasília e a cidade goiana Caldas Novas.

O Detran e a Polícia Militar autuaram 255 motoristas embriagados. Quinze deles foram levados à delegacia por extrapolarem o limite de álcool e fazerem o teste do bafômetro. A multa a ser pago pelos motoristas bêbados custa R$ 1.915,40 e duplica em caso de reincidência.

Um caso que chamou a atenção no carnaval foi o de um homem flagrado duas vezes no mesmo dia dirigindo alcoolizado. Ele acumulou R$ 5.745,90 em multas e ficará dois anos sem dirigir.

“Falta consciência aos condutores porque o uso de bebida alcoólica interfere nos sentidos e pode acarretar em acidentes com danos irreparáveis. Não entendemos o porquê de ainda insistirem nesse crime”, comenta o diretor do Detran, Jayme Amorim. “Estamos fiscalizando e para a Semana Santa vamos intensificar a vigilância nas rodovias do DF”, finaliza.

Por outro lado, houve redução de 25% no número de acidentes, caindo de 70, em 2014, para 52 este ano. O número de feridos também diminuiu: foram 41 este ano e 51 em 2014, uma redução de 20%, de acordo com a PRF.

Deixe um comentário

Rolar para cima