Crise hídrica atinge todo o Brasil

bsbcapitalPor ,22/03/2015 às 8:35, Atualizado em 22/03/2015 às 8:35

Gustavo Goes Demorou. Mas a crise hídrica deixou de ser uma exclusividade da região Nordeste e passou a ser um problema em todo o Brasil. A seca que castigou o Sudeste, especialmente São Paulo, e culminou no racionamento de água no estado foi a prova disso. Além dos paulistas, os cariocas, apesar de não admitirem, …

Crise hídrica atinge todo o Brasil Leia mais »

Gustavo Goes

Demorou. Mas a crise hídrica deixou de ser uma exclusividade da região Nordeste e passou a ser um problema em todo o Brasil. A seca que castigou o Sudeste, especialmente São Paulo, e culminou no racionamento de água no estado foi a prova disso. Além dos paulistas, os cariocas, apesar de não admitirem, também começam a sentir os sintomas que já se manifestam há muitos anos no norte de Minas Gerais.

Assim, o 22 de março, Dia Mundial da Água, tem uma importância muito maior do que nos anos anteriores. O Brasil não tem mais o direito de adiar a adoção de ações concretas de valorização e preservação desse insubstituível bem natural essencial à vida no Planeta.

O tema do Dia Mundial da Água em 2015, segundo determinação da Organização das Nações Unidas (ONU), é a Água e o Desenvolvimento Sustentável. Em Brasília, apesar do sinal de alerta aceso nas barragens do Descoberto e do Torto/Santa Maria, o perigo não causou tanto temor na população como em outras localidades. Entretanto, a data não tem menos importância por isso. O domingo (22) será de celebração no Lago Paranoá, com o movimento #ocupeolago.

As diversas atividades acontecerão na orla e no espelho d’água, com a programação voltada para a prática de várias modalidades esportivas. São elas: stand up paddle (SUP), canoagem, corrida e mergulho, além de atividades como sensibilização ambiental, com dicas sobre coleta, triagem e destinação de resíduos; e entretenimento consciente, com feira de troca, música e arte. Ao final, todos se unirão num abraço coletivo em defesa do Lago.

 

unnamed 9Itajubá (MG) dá exemplo

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) também lança sua campanha, a partir das 10h, no Parque Olhos D’Água, chamada Programa Nacional de Proteção de Nascentes. A meta é proteger, este ano, mil nascentes em áreas rurais em todo o país.

Além da capital, o Dia Mundial da Água está sendo comemorado em outras localidades. Em Itajubá, no Sul de Minas Gerais, as celebrações começaram com a soltura de 5 mil peixes no rio Sapucaí. A ação, que já é tradicional na cidade, foi feita pelas crianças de uma escola municipal, em parceria com a prefeitura local, o Conselho Municipal de Conservação e Defesa do Meio Ambiente (CODEMA), a Cemig, o Instituto Estadual de Florestas (IEF), a Copasa, a Polícia Militar Ambiental e o Corpo de Bombeiros.

 

Recomendações 

A economia de água é uma necessidade primordial para sua preservação e para a manutenção da vida na Terra. Muitos de nossos hábitos do dia-a-dia têm que ser mudados e aprimorados. A humanidade precisa se conscientizar de que os mananciais são finitos. E cada pessoa pode fazer a sua parte. Confira algumas dicas de como contribuir para a preservação da água:

No banho: molhe-se, feche o chuveiro, ensaboe-se e depois abra para enxaguar. Não fique com o chuveiro aberto. O consumo cairá de 180 para 48 litros.

Escovar os dentes: escove os dentes e enxágue a boca com a água do copo. Economize 3 litros de água.

Descarga: verifique se a válvula não está com defeito, aperte-a uma única vez e não jogue lixo e restos de comida no vaso sanitário.

Torneira: uma torneira aberta gasta de 12 a 20 litros/minuto. Pingando, 46 litros/dia, ou 1.380 litros por mês. Feche bem as torneiras.

Vazamentos: Um buraco de 2 milímetros no encanamento desperdiça cerca de 3 caixas d’água de mil litros.

Caixa d’água: Não a deixe transbordar e mantenha-a tampada.

Lavagem de louças: Lavar louças com a torneira aberta, o tempo todo, desperdiça até 105 litros. Na máquina de lavar são gastos 40 litros. Utilize-a somente quando estiver cheia.

Regar jardins e plantas: No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã ou à noite. Use mangueira com esguicho-revólver ou regador.

Lavar carro: Com uma mangueira gasta 600 litros de água. Só lave o carro uma vez por mês, com balde de 10 litros, para ensaboar e enxaguar. Para isso, use a água da sobra da máquina de lavar louça.

Na limpeza de quintal e calçadas use vassoura: Se precisar utilize a água que sai do enxágue da máquina de lavar.

Deixe um comentário

Rolar para cima