Convenções dominam o fim de semana

BSB Capital 27/06/2014 às 19:46, Atualizado em 27/06/2014 às 19:46

As convenções partidárias vão dominar o mundo político neste fim de semana. Por todo o país, os partidos se reunirão para escolher seus candidatos e definir com quem se coligarão para disputar as eleições de 5 de outubro. Atenções se voltam para PT e PR  Em Brasília, as atenções se voltarão, principalmente, para os encontros …

Convenções dominam o fim de semana Leia mais »

As convenções partidárias vão dominar o mundo político neste fim de semana. Por todo o país, os partidos se reunirão para escolher seus candidatos e definir com quem se coligarão para disputar as eleições de 5 de outubro.

justica-absolve-arruda-metropolitana-dfAgneloQueirozAtenções se voltam para PT e PR 

Em Brasília, as atenções se voltarão, principalmente, para os encontros do PT e do PMDB e do PR, DEM, PTB e PMN. Os dois primeiros confirmarão os atuais governador e vice, Agnelo Queiroz e Tadeu Filippelli, como postulantes à reeleição. Os demais, lançarão o nome do ex-governador José Roberto Arruda na corrida para tentar retornar ao Palácio do Buriti.

Festas por todo o DF

Os petistas se reúnem domingo (29), a partir das 9h, na Praça do Trabalhador, em Ceilândia. No mesmo dia, os peemedebistas estarão a partir das 8h no auditório da LBV, na 915 Sul. Já os apoiadores de Arruda se concentrarão na mesma manhã de domingo no ginásio Serejinho, em Taguatinga.

Vices ainda indefinidos

Mesmo com a obrigação de fazer as convenções até o dia 30 de junho, a maioria das legendas usará o prazo máximo de registro das candidaturas – 5 de julho – para as últimas composições. Além do PR, também o PSDB do deputado Luiz Pitiman, o PPS da distrital Eliana Pedrosa, e o PSB do senador Rodrigo Rollemberg ainda não escolheram os candidatos a vice.

Pitiman vai para o sacrifício

No encontro do PSDB, às 9h de sábado, na sede do Crea (901 Sul), a expectativa é pela possível desistência do candidato. Mas, após se encontrar com o presidenciável tucano, Aécio Neves, na quarta-feira (25), o deputado, aparentemente, concordou em manter sua candidatura, para montar o palanque do PSDB no DF.

Eliana flerta com Arruda

Até sexta-feira (28), a deputada Eliana Pedrosa não abria mão de apresentar seu nome na convenção do PPS, marcada para as 9h de sábado, no auditório da Câmara Legislativa. Estava decidida a não ser vice de Pitiman. Mas admitia voltar ao grupo de Arruda, de quem foi secretária de Desenvolvimento Social até 2009, como vice ou como postulante a uma cadeira de deputada federal.

Senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) parabeniza a presidente da República, Dilma Rousseff, pelo lançamento do programa Brasil Carinhoso

Rollemberg, a terceira via

Com o recente entendimento entre Arruda e o ex-governador Joaquim Roriz (PRTB) – a quem caberá indicar o vice na chapa –, a expectativa é da repetição da polarização dos azuis e verdes contra os vermelhos. Restará ao socialista Rollemberg apresentar-se como uma alternativa aos antagônicos históricos – o que o próprio Arruda tentou, sem sucesso, em 1998.

Toninho, o franco atirador

Na sexta raia do páreo aparecerá a inscrição de Antônio Andrade, o Toninho do PSol. Sua linha será de esquerda, o que poderá tirar votos tanto de Agnelo quanto de Rollemberg.

Briga dura pelo Senado

As três principais chapas majoritárias disputarão voto a voto a única vaga de senador: Geraldo Magela (PT) ao lado de Agnelo, José Antônio Reguffe (PDT) junto com Rollemberg e Gim Argello (PTB) de braços dados com Arruda.

Deixe um comentário

Rolar para cima