Comissão discute atendimento a mulheres vítimas do contraceptivo Essure

bsbcapitalPor ,16/08/2021 às 15:03, Atualizado em 16/08/2021 às 15:09

O Essure é um dispositivo de metal que é colocado nas trompas, considerado uma solução definitiva para a contracepção

Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados promove audiência pública nesta segunda-feira (16) sobre o atendimento às mulheres vítimas do contraceptivo Essure no Brasil.



O Essure é um dispositivo de metal que é colocado nas trompas, considerado uma solução definitiva para a contracepção. Porém, desde 2012, centenas de mulheres colocaram o dispositivo pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e começaram a relatar reações, principalmente dor crônica.

Foram convidados para o debate:

– o diretor do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas do Ministério da Saúde (Dapes/MS), Antônio Rodrigues Braga Neto;
– o coordenador-geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde, Rafael Bernardon;
– a subsecretária de Promoção das Mulheres do Distrito Federal, Fernanda Falcomer;
– o secretário de Saúde do Distrito Federal, Osnei Okumoto;
– o presidente da Associação de Mulheres Vítimas do Essure no Brasil, Kelli Luz; e
– a defensora pública do Distrito Federal, Rita Lima.

O evento, que foi solicitado pela deputada Celina Leão (PP-DF), será realizado no plenário 14, às 14h30, e terá transmissão interativa pelo portal e-Democracia.

Fonte: Agência Câmara

Deixe um comentário

Rolar para cima