BR-070 volta a ser a Rodovia da Morte

bsbcapitalPor ,03/04/2015 às 10:28, Atualizado em 03/04/2015 às 10:28

A estrada da morte. Assim ficou conhecida a BR-070 na década de 1990, devido ao grande número de acidentes fatais que ocorriam frequentemente no trecho entre Taguatinga e a Barragem do Descoberto. Naquela época, Águas Lindas começava a crescer desordenadamente e o fluxo de veículos era intenso numa pista estreita e mal sinalizada.  O problema …

BR-070 volta a ser a Rodovia da Morte Leia mais »

Leia a matéria completa no Brasília Capital desta semana http://goo.gl/97BMJq
Clique aqui e leia a matéria completa do Brasília Capital impresso

A estrada da morte. Assim ficou conhecida a BR-070 na década de 1990, devido ao grande número de acidentes fatais que ocorriam frequentemente no trecho entre Taguatinga e a Barragem do Descoberto. Naquela época, Águas Lindas começava a crescer desordenadamente e o fluxo de veículos era intenso numa pista estreita e mal sinalizada.  O problema foi minimizado com a duplicação, concluída no início da década passada.

Mas, nos últimos dois anos a violência dos acidentes devolveu à rodovia que liga Brasília a Pirenópolis a alcunha de Rodovia da Morte. A BR-070 tem presença garantida nos noticiários relacionados a tragédias, principalmente na área urbana, onde ela corta Águas Lindas ao meio, e nos trechos onde ainda não está duplicada – de Águas Lindas a Cocalzinho, passando por Girassol e Edilândia.

O fluxo de caminhos de carga é intenso, a fiscalização é pouca, existe grande incidência de animais na pista e o traçado é sinuoso, com várias curvas perigosas. O somatório desses fatores faz da rodovia uma das mais perigosas do Brasil.

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre os meses de janeiro e fevereiro de 2015, nove mortes já foram registradas, apenas no trecho entre a divisa do DF com Goiás e Cocalzinho. Um aumento de quatro vezes às duas ocorrências fatais registradas no mesmo período de 2014.

Depois de Pirenópolis a rodovia segue até o município de Cáceres (MT), divisa entre o Brasil e a Bolívia. De acordo com a PRF, o trecho mais perigoso de toda a extensão de 1.317,7 Km da BR está situado exatamente nos dez primeiros quilômetros em território goiano, ligação do Entorno com o DF.

A 070 está entre as cem rodovias mais perigosas do Brasil. Por isso, a própria Polícia Rodoviária recomenda que os motoristas trafeguem sempre com os faróis acesos e redobrem a atenção ao passar pela BR. Em um levantamento feito pelo órgão, o revestimento asfáltico da via foi considerado primário e as sinalizações não passaram de uma nota ‘regular’, segundo o engenheiro responsável Roberto Viana.

Falta de atenção, excesso de velocidade, ingestão de bebidas alcoólicas e ultrapassagens indevidas são as principais condutas que causam os acidentes. Das vias do DF, a 070 ocupa a terceira posição no ranking das mais mortais, ficando atrás apenas da BR-020 e da BR-040.

correio brazilienseLuiz Carlos Junior mora em Águas Lindas e passa todo dia pela BR. Ele conta que os acidentes são frequentes. “A rodovia é muito perigosa. Não pode chover que começam os acidentes”, confirma. Segundo Junior, a imprudência dos motoristas de ônibus é outro fator que contribui para aumentar o número de acidentes na rodovia. “Na descida da Barragem do Descoberto os ônibus ultrapassam, e muito, a velocidade máxima permitida”, denuncia.

A principal reivindicação dos moradores de Águas Lindas, Girassol, Cocalzinho e Edilândia que vêm a Brasília é que o governo providencia a duplicação da rodovia de Águas Lindas até Cocalzinho. Nesse trecho, a pista possui apenas uma via de ida e outra de volta. Problema que se agrava pelo excesso de caminhões.

As ultrapassagens são manobras que ficam cada dia mais arriscadas, além de serem a principal causa de mortes na rodovia. Apenas entre Águas Lindas e Cocalzinho, seis dos nove óbitos que aconteceram em 2015 foram causados por colisões frontais.

Região às margens da Rodovia produz até vinho 

Histórico


Girassol – 29/3/2015 

Acidente do último domingoO último acidente ocorreu no domingo (29), em Girassol, distrito de Cocalzinho, por volta das 12h. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, uma moto bateu em um carro ao tentar uma ultrapassagem perigosa. A motorista do carro passou pelo teste do bafômetro, que constatou um índice de álcool no sangue acima do permitido. O motoqueiro morreu antes de chegar ao hospital, após ser socorrido pelo SAMU.

 

ônibus-da-taguatur-cai-em-ribanceira-2Águas Lindas – 26/3/2015 

Após a queda do ônibus da Taguatur, 18 pessoas ficaram feridas no Km 1 da BR-070, próximo à barragem do Rio Descoberto. Segundo relato do cobrador do coletivo, uma carreta freou na frente do veículo. O motorista tentou desviar, mas perdeu o controle do veículo e caiu na ribanceira. O acidente causou um congestionamento de 7 Km.

 

 

#Acidente grave deixa cinco mortos na BR-070Brazlândia – 7/3/2015

Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas após um caminhão capotar na BR-070, entrada para Brazlândia. Segundo o Corpo de Bombeiros, o veículo seguia no sentido Águas Lindas. O acidente aconteceu a 1 km da divisa do DF com Goiás. O motorista não resistiu aos ferimentos.

 

clioGirassol – 24/1/2015

Colisão entre uma carreta e um carro resultou na morte de um adulto e quatro crianças, em Girassol. Segundo relato do condutor da carreta, o motorista tentou fazer uma ultrapassagem e não conseguiu voltar para sua faixa, colidindo frontalmente com a carreta. O trânsito da BR foi interditado nos dois sentidos. O caso está sendo investigado como homicídio e suicídio, já que o motorista havia deixado uma carta minutos antes do acidente dizendo à ex-mulher que ela não veria mais seus filhos.

 

Águas Lindas – 17/01/2015

Ultrapassagem perigosa faz mais uma vítima em Águas Lindas, depois da Ponte do Rio dos Macacos, na BR-070. Os bombeiros e o SAMU socorreram as vítimas, que foram levadas para o hospital pelo helicóptero da Polícia Rodoviária Federal. Uma das vítimas morreu no percurso.

Deixe um comentário

Rolar para cima