Ballack sente falta de personalidade na Alemanha: “Percebo Özil perdido”

BSB Capital 04/06/2014 às 19:00, Atualizado em 04/06/2014 às 19:00

A oito dias do início da Copa do Mundo do Brasil, o ex-capitão da Alemanha, Michael Ballack, declarou, em entrevista ao jornal inglês “Daily Mirror” sua preocupação sobre um aspecto que, na sua opinião, pode ser decisivo para um eventual fracasso da equipe no Mundial: a falta de um jogador de referência, uma verdadeira personalidade, no elenco. …

Ballack sente falta de personalidade na Alemanha: “Percebo Özil perdido” Leia mais »

A oito dias do início da Copa do Mundo do Brasil, o ex-capitão da Alemanha, Michael Ballack, declarou, em entrevista ao jornal inglês “Daily Mirror” sua preocupação sobre um aspecto que, na sua opinião, pode ser decisivo para um eventual fracasso da equipe no Mundial: a falta de um jogador de referência, uma verdadeira personalidade, no elenco.

ballack_bienaldolivro-fabiolima-5– Para ser campeão, é importante ter um ou mais jogadores de personalidade em campo. Esse é o único ponto em que vejo uma pequena fraqueza na equipe alemã. A pressão pelo título mundial aumentou muito na Alemanha, e não temos jogadores com força para suportar essa pressão, como tinham Effenberg ou mesmo Ballack – disse o ex-jogador.

Perguntado se Mesut Özil, do Arsenal, seria essa figura, Ballack disse que sentiu o jogador “perdido” durante o período de treinos da equipe.

– Eu o vi durante o último fim de semana de treinos da equipe, e não me surpreendi com a sua atuação. Ele não demonstrou medo, mas preocupação. Ele me pareceu perdido. Özil teve excelentes atuações nas Eliminatórias da Copa, mas desde que se transferiu para o Arsenal, ele me pareceu menos confiante do que antes, quando estava no Real Madrid. É preciso que ele trabalhe melhor até sua linguagem corporal, pois não está mais na idade de ser visto como uma revelação ou uma promessa – finalizou.

Deixe um comentário

Rolar para cima