As perdições das festas juninas

mmPor ,20/06/2015 às 16:56, Atualizado em 20/06/2015 às 16:56

Há séculos, em diversas partes do mundo, especialmente na Europa, o mês de junho é sinônimo de festa. Tudo começou como um costume da religião católica, por causa dos santos João, Antônio e Pedro. No Brasil, as festas juninas começam em maio e algumas se estendem até agosto. Além da música e das danças, existem …

As perdições das festas juninas Leia mais »

Há séculos, em diversas partes do mundo, especialmente na Europa, o mês de junho é sinônimo de festa. Tudo começou como um costume da religião católica, por causa dos santos João, Antônio e Pedro. No Brasil, as festas juninas começam em maio e algumas se estendem até agosto. Além da música e das danças, existem as comidas típicas das festas juninas. Estas são uma verdadeira “perdição!”.

Muita gente reclama que nessa época ganha uns quilinhos a mais por ter festa todo final de semana. Como vimos, podemos escolher, pois ao longo de dois ou três meses o que não faltam são opções. Dentre as comidas típicas estão pamonha, curau, bolos de milho e de mandioca, canjica, arroz doce, tapioca, pé-de-moleque,  e bebidas, como o quentão.

Na maioria das vezes as preparações são bastante calóricas, pois são preparadas com muita gordura e açúcar. Para quem quiser fazer em casa, ou organizar uma festinha familiar, dá pra adaptar as receitas e torná-las mais leves, sem pesar tanto na balança ao final do mês.

Mas, para quem quer sentir o gostinho tradicional das preparações nas festas de rua, basta fazer isso com moderação. Nada está proibido, precisamos apenas aprender a não “morrer pela boca”, e apreciar todas as preparações em pequenas porções.

Os ingredientes principais são bastante nutritivos. O milho tem alto teor de vitamina A, C, folato, tiamina, potássio, ferro e fibras. O amendoim, uma oleaginosa rica em gordura boa, além de potássio, magnésio, ferro e fibras. E pra quem gosta do quentão de vinho, este tem o resveratrol, um composto bioativo antioxidante!

Aproveitem as festas! E lembrem-se: comam com moderação.

 


Leia Mais:


Chocolate todo dia? Sim, é possível!


O fisiculturismo no Brasil


Cuide do seu intestino, ele pode mudar sua saúde!


 

Deixe um comentário

Rolar para cima