Arruda perde e juiz Álvaro Ciarlini continua à frente dos processos

bsbcapitalPor ,29/04/2015 às 11:33, Atualizado em 29/04/2015 às 11:33

Em decisão unânime, o STJ rejeitou ontem (28) os embargos de declaração feitos pela defesa do ex-governador, José Roberto Arruda, pedindo o afastamento do juiz Álvaro Ciarlini, da 2ª Vara de Fazenda Pública, do comando do processo. A Vara está à frente das ações de improbidade contra o ex-gestor. Se o pedido da defesa fosse …

Arruda perde e juiz Álvaro Ciarlini continua à frente dos processos Leia mais »

Juiz Alvaro Ciarlini, que já condenou Arruda em primeiro grau, segue à frente do processo
Juiz Alvaro Ciarlini, que já condenou Arruda em primeiro grau, segue à frente do processo. Foto: Divulgação

Em decisão unânime, o STJ rejeitou ontem (28) os embargos de declaração feitos pela defesa do ex-governador, José Roberto Arruda, pedindo o afastamento do juiz Álvaro Ciarlini, da 2ª Vara de Fazenda Pública, do comando do processo. A Vara está à frente das ações de improbidade contra o ex-gestor. Se o pedido da defesa fosse acatado pela 1ª Turma do STJ, as decisões do magistrado seriam contestadas, as condenações contra Arruda poderiam ser anuladas e ele voltaria a ser ficha limpa. A defesa afirma que vai recorrer ao STF.

Arruda foi condenado juntamente com a ex-deputada federal Jaqueline Roriz por improbidade administrativa em dezembro de 2013 por envolvimento no escândalo que ficou conhecido como Caixa de Pandora. Ambos questionam as decisões do juiz Álvaro Ciarlini, que já condenou o ex-governador em primeiro grau.

Em setembro de 2014, o STJ negou o recurso apresentado pela defesa de Arruda para tentar tirar o juiz do caso. Também sem sucesso.

Leia Mais

Ex-governador volta à cena

GDF fará balanço de 120 dias

Alvarás constrangem Rollemberg

Deixe um comentário

Rolar para cima