Apagão próximo ao Taguaparque liga o alerta para a Fan Fest

BSB Capital 13/06/2014 às 18:59, Atualizado em 13/06/2014 às 18:59

Na terça-feira (10), 16.231 unidades de consumo da CEB ficaram sem energia em Taguatinga Norte. O problema começou por volta das 9h20 e durou as 15h30. Segundo a CEB (Companhia Energética de Brasília), aconteceu um problema em alguns cabos e chaves elétricas na Praça do DI que causaram a pane elétrica. Ao religar a energia, …

Apagão próximo ao Taguaparque liga o alerta para a Fan Fest Leia mais »

Na terça-feira (10), 16.231 unidades de consumo da CEB ficaram sem energia em Taguatinga Norte. O problema começou por volta das 9h20 e durou as 15h30. Segundo a CEB (Companhia Energética de Brasília), aconteceu um problema em alguns cabos e chaves elétricas na Praça do DI que causaram a pane elétrica. Ao religar a energia, porém, um transformador explodiu nas imediações, prolongando o apagão até as 21h.

Surgiu com o apagão a dúvida sobre o sucesso da realização da Fifa Fan Fest (confira programação no Roteiro desta semana). O evento acontece no Taguaparque, próximo ao setor que ficou sem energia na terça-feira. Segundo a Ceb, a festa não será alimentada por energia proveniente das linhas de distribuição, e sim por geradores contratados pela produtora do evento.

O problema na Praça do DI afetou inicialmente as QNAs 16 e 17 e de 29 a 56, as QNDs de 1 a 47 e 60, as QNEs 1 e de 6 a 35, as CNGs de 1 a 6, as QNGs 26 e 46 Área Especial Oi e 17ª DP, somando 7.765 relógios. E também as CNBs de 3 a 14, QNAs 21, de 24 a 28, Praça do DI, CNAs 1,2 e 4, atingindo 5.430 unidades consumidoras. Por último, para fins de reparo, as quadras C1 a C12, QSB 1 e Tribunal Regional do Trabalho, prejudicando mais 3.036 usuários.

Thábita Lopes foi uma das prejudicadas pelo apagão. “Não consegui pagar minhas contas e, sequer, entrar na academia. Para completar, ainda tive que subir oito andares de escada, porque o elevador do meu prédio parou”. Os mais de 16 mil pontos sem energia afetaram mais de 40 mil taguatinguenses por até doze horas consecutivas.

Sp_apagão

Dificuldade nacional

Não é só no DF que a população tem sofrido com os constantes cortes de energia e as dificuldades de distribuição da companhia elétrica. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) divulgou, em abril, um relatório em que mostrou só três das doze cidades-sedes concluíram as obras de energia para a Copa do Mundo. Porto Alegre, Belo Horizonte, Manaus e Brasília estavam entre as mais preocupantes. Sendo que a cidade gaúcha tinha o estádio Beira-Rio na área de maior risco.

Em relação a Brasília, o relatório da Aneel afirmou que “a CEB retirou um das onze obras propostas inicialmente” e também que a empresa “havia informado que dez das obras restantes estavam concluídas”, mas algumas melhorias como o do Setor Hípico e do Estádio Nacional haviam adiado o prazo de entrega. A CEB informou que o sistema suportará tranquilamente a demanda da Copa do Mundo e que as obras já foram entregues.

Na segunda-feira (9), o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, se pronunciou sobre os riscos elétricos durante o Mundial e tranquilizou a população. Ele garantiu que não haverá nenhum problema de fornecimento no período. “Energia temos para suprir todas essas fontes, mas queríamos que viessem todos aqui para que, conjuntamente, isso pudesse ser confirmado”, disse Lobão. Questionado sobre os atrasos e o relatório da Aneel, o ministro disse que “os problemas foram resolvidos”.

Deixe um comentário

Rolar para cima