Anderson Torres quer Flávia Arruda candidata ao GDF

bsbcapitalPor ,30/11/2021 às 10:24, Atualizado em 01/12/2021 às 15:40

O palanque perfeito do União Brasil, imaginado pelo atual ministro da Justiça, teria Torres no Senado e Flávia Arruda no Buriti

Anderson Torres e Flávia Arruda. Foto: Reprodução/PL

Candidato ao Senado pelo Distrito Federal em 2022, o ministro da Justiça, Anderson Torres, tenta convencer a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (PL), a se lançar ao GDF. Torres será o nome do União Brasil para o Senado na capital. Atualmente ele está no PSL, que se fundirá com o DEM para formar a nova legenda.

Mas convencer Flávia Arruda não será fácil. Segundo o portal Metrópoles, a ministra não quer concorrer ao governo do DF, segundo pessoas próximas a ela, porque tem duas filhas pequenas e avalia que não conseguiria conciliar com o trabalho como governadora. Arruda prefere disputar o Senado.

A criação de um palanque contra Ibaneis seria considerada uma rasteira dada por Anderson Torres no governador. Ele foi secretário de Segurança de Ibaneis. O governador foi um dos grandes incentivadores para Torres entrar para a política e chegou a apadrinhar sua filiação ao PSL, partido em que o ministro está hoje.

Delegado da Polícia Federal, Torres terá o apoio de Bolsonaro. O ministro deseja há tempos entrar para a política e tem dito que 2022 será uma oportunidade que não se repetirá.

Leia mais no Brasília Capital

Deixe um comentário

Rolar para cima