Analista do Ministério da Cultura é assassinada a facadas na Asa Norte

BSB Capital09/08/2017 às 14:23, Atualizado em 06/04/2022 às 15:18

Maria Vanessa foi abordada por dois homens quando voltava para casa e, mesmo entregando os pertences, foi vítima de latrocínio

A analista do Ministério da Cultura e estudante da Universidade de Brasília (UnB) Maria Vanessa Veiga Esteves, de 55 anos, foi assassinada quando voltava para casa, na 408 Norte, às 23h, na terça-feira (8). Dois homens, ainda não identificados, a abordaram no estacionamento do bloco em que morava e, mesmo não reagindo ao assalto, segundo testemunhas, foi esfaqueada.

Maria Vanessa Veiga estacionava o carro momentos antes do crime. Entre os blocos B e C, os dois homens tentaram roubar sua bolsa e ela entregou para os bandidos, assim como fez com o celular. Porém, não foi o suficiente. Enquanto um segurou a vítima, o comparsa a esfaqueou pelas costas e fugiram, logo em seguida. Quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou, Maria já estava morta.

Perfil

Maria Vanessa nasceu em Minas Gerais e era aluna do Mestrado em Comunicação Social na UnB, em jornalismo. Antes, se pós-graduou em Comunicação e Imagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e História da Filosofia (Mosteiro de São Bento – Rio de Janeiro). Também era graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

 

 

Deixe um comentário

Rolar para cima