Alunos depõem à Justiça por invasão à reitoria da UnB; estudante fica nua

BSB Capital 11/06/2014 às 18:35, Atualizado em 11/06/2014 às 18:35

Cinco estudantes identificados como líderes da invasão à reitoria da Universidade de Brasília foram convocados pela 9ª Vara Federal a prestar esclarecimentos em até 15 dias úteis sobre a ocupação ao prédio, que durou cinco dias e terminou após determinação judicial. Uma delas, Jaqueline Cardoso, de 22 anos, chegou a tirar a roupa enquanto aguardava a chegada …

Alunos depõem à Justiça por invasão à reitoria da UnB; estudante fica nua Leia mais »

Cinco estudantes identificados como líderes da invasão à reitoria da Universidade de Brasília foram convocados pela 9ª Vara Federal a prestar esclarecimentos em até 15 dias úteis sobre a ocupação ao prédio, que durou cinco dias e terminou após determinação judicial. Uma delas, Jaqueline Cardoso, de 22 anos, chegou a tirar a roupa enquanto aguardava a chegada do reitor Ivan Camargo. Ela disse que tomou a decisão porque ficou indignada com a postura do administrador, que em todos os momentos pedia que o grupo retirasse o capuz.

“A gente não é baderneiro. Tocaram o terror, que polícia ia entrar, que ia prender. Hoje foi a mesma coisa”, disse Jaqueline. “Mostre a desgraça para a UnB, para a Brasília, o Brasil inteiro, do que é ser líder estudantil na UnB. Estamos fedidos, nus e outros lá embaixo, encapuzados sendo chamados de fuzileiros, black blocs e nazistas.”

Os estudantes protestavam contra a punição de oito alunos suspeitos de pular as catracas do restaurante universitário em 2013 e liberar a entrada de outras pessoas, gerando um prejuízo de R$ 29 mil. O reitor assinou nesta noite um documento em que se comprometia a reabrir as investigações sobre o caso, conduzidas pelo Conselho de Administração da UnB. Ele não quis conversar com a imprensa e deixou o local bastante emocionado.

 

Deixe um comentário

Rolar para cima