A cidade da boa comida

BSB Capital 23/05/2014 às 20:11, Atualizado em 23/05/2014 às 20:11

Águas Claras tem crescimento acima da média no setor gastronômico e de bebidas   JC Bertolucci A gastronomia tem sido o “prato” predileto dos investidores de Águas Claras nos últimos anos. Restaurantes, choperias, bares e lanchonetes são inaugurados semanalmente na cidade, para delírio de uma população de 140 mil habitantes, detentora de uma das maiores …

A cidade da boa comida Leia mais »

Águas Claras tem crescimento acima da média no setor gastronômico e de bebidas

 

JC Bertolucci

A gastronomia tem sido o “prato” predileto dos investidores de Águas Claras nos últimos anos. Restaurantes, choperias, bares e lanchonetes são inaugurados semanalmente na cidade, para delírio de uma população de 140 mil habitantes, detentora de uma das maiores rendas per captas do DF. É baseada nesse perfil de público que empresários do setor gastronômico têm investido pesado na mais nova cidade brasiliense.

Franquias famosas em várias especialidades se espalham por todos os lados. O mais recente a ter sua primeira filial aberta no DF foi o tradicional restaurante Libanus. A casa foi inaugurada na terça-feira (20), sob o aplauso de centenas de apaixonados freqüentadores da matriz, que funciona há mais de 25 anos na SCLS 206, no Plano Piloto.

O Libanus traz para Águas Claras o tradicional cardápio que fideliza clientes há quase três décadas, privilegiando pratos, árabes como os quibes cru e frito, kafta e mexue de frango e carne, entre outros, sempre acompanhados da cerveja “estupidamente gelada”. O restaurante, conforme seu proprietário Narcisio Marinho, acredita na tradição da casa para fazer sucesso em Águas Claras.

“O Libanus é tradição no DF. Tenho certeza de que boa parte dos moradores de Águas Claras já conhece a qualidade da nossa cozinha e dos nossos serviços”, aposta o cearense radicado em Brasília desde 1973.

Frequentadores assíduos da casa da Asa Sul comemoraram a chegada do Libanus a Águas Claras, principalmente, em virtude da fiscalização da Lei Seca. “Deixei de ir ao Libanus com mais frequência porque ir e voltar de táxi fica muito caro. Agora poderei vir a pé e voltar tranquilo para casa”, afirma o engenheiro e fã do Libanus, Odilon Alencar.

Outros segmentos ligados ao setor gastronômico, também têm apostado suas fichas no potencial da cidade. Caso, por exemplo, do setor de bebidas, que vem crescendo vertiginosamente. “Os moradores de Águas Claras gostam de bons vinhos e de cervejas de qualidade. Eles também exigem eficiência na entrega e isso é o nosso diferencial”, afirma o jovem empresário Pedro Henrique Sousa, 31 anos, que desde julho do ano passado abriu a distribuidora Estação das Bebidas com seu sócio Ricardo Rodrigues, 35.

A distribuidora conta com grande variedade de cervejas, inclusive importadas e caseiras, além de uma providencial adega de vinhos. “O público daqui é diferenciado, tem bom gosto e aprecia bons vinhos e cervejas variadas”, afirma Pedro. “Observo que franquias famosas, que não existem em outras cidades do DF, estão vindo diretamente para Águas Claras”, afirma Ricardo Rodrigues. Ele vê uma grande demanda por serviços de entrega de comidas e bebidas em domicílio. “Mas eles precisam ser rápidos e eficientes, pois o cliente quer que a cerveja chegue gelada e a comida quente”.

 

Serviço:

Estação das Bebidas – (61) 3541-2650

foto 1 gastro

Deixe um comentário

Rolar para cima